Prof. Dr. Jack Brandão
 
 
Sintaxe

Não perca os próximos vídeos,
inscreva-se em meu canal!
 
 

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

 

1. Permute o substantivo grifado por uma oração substantiva, segundo o modelo que segue.

 

                      Tínhamos interesse na sua colaboração.

                      Tínhamos interesse em que você colaborasse.

 

a)    Detectamos facilmente a existência de um erro.

 

b)    O corretor garantia a valorização do terreno.

 

c)    Preocupava-se com a fuga dos inimigos.

 

 

2. Classifique as orações substantivas abaixo em completiva nominal ou objetiva indireta.

 

a)    Aqui ninguém duvida de que marmota existe. (Rachel de Queiroz)

 

b)    Estava convencido de que todos os habitantes da cidade eram ruins. (Graciliano Ramos)

 

c)    Fabiano tinha a certeza de que não se acabaria tão cedo. (G. Ramos)

 

d)    Essas ocorrências servem para prevenir a população de que nunca estamos seguros no grandes centros urbanos.

 

e)    O lazer não deve estar restrito á idéia de que se possa viajar à praia ou ao campo durante as férias.

 

 

3. Classifique as orações substantivas abaixo em subjetiva ou objetiva direta.

 

a)    É verdade que parte da imprensa aumentou muito o noticiário acerca da delinqüência. (Folha de S. Paulo)

 

b)    Sabia eu que não tinha mais trança de moça no detrás daquelas paredes (...) (J. C. de Carvalho)

 

c)    Constava também que Aurélia tinha um tutor. ( J. Alencar)

 

d)    Aqui, não: sabe-se que cada um traz a sua alma. (M. de Assis)

 

e)    Sinhá Inácia que lhe diga se não chorei muito... (M. de Assis)

 

 

4. Classifique as orações substantivas abaixo:

 

a)    Tenho certeza de que aqui é o meu lugar. (Clarice Lispector)

 

b)    Ela não entendeu se ele se referia à hora ou a toda a vida  passada sem compreensão. (Drummond)

 

c)    Pareceu-me que o mundo se tinha despovoado. (G. Ramos)

 

d)    Karl Marx acreditava em que a barbárie era a ausência de socialismo. (J. da Tarde)

 

e)    A oposição salvadorenha tem consciência disso, que há uma diferença “fundamental” entre a Guarda Nacional de Somoza e as Forças Armadas de El Salvador como instituição. (Folha de S. Paulo)

 

f)     Pensei compreender por que os noivos se presenteiam. (C. Lispector)

 

g)    Mas até hoje não sei quem matou a irmã Geórgia. ( F. Sabino)

 

h)   ão tenho dúvida de quanto fui amado.

 

i)     Pergunto-lhe quantas horas são. (Drummond)

 

j)     Olha para todos os lados para descobrir de onde sai a voz. (L. F. Veríssimo)

 

k)    O vizinho Pires de Melo mandou saber se eu queria  barganhar a pele da onça. ( J. C.  Carvalho)

 

l)     A comadre viu que o vento se lhe ia tomando absolutamente contrário. (M. A de Almeida)

 

m)  Dizia-se que os feiticeiros iam celebrar ali os seus sortilégios em noite de São João. (F. Távora) 

 

n)   É evidente que ninguém pode condenar o governo por gastar dinheiro com saúde pública. ( J. Tarde)

 

o)    Afinal me convenci de que tudo aquilo eram tolices. (G. Ramos)

 

p)    É quase certo que Alexandre poderá ter o lugar de Lúcio no time.

 

q)    Vocês podem achar graça, mas não se esqueçam de que o cearense é um sujeito fino, prático.  (M. Palmério)

 

r)     É pouco provável que a economia brasileira caminhe para recessão como a dos anos 80.

 

s)    Não há dúvida de que Lucas conseguiu um bom negócio.

 

t)     Parecia que Luíza queria esfolar-se.

 

u)   A frase de White é o reconhecimento implícito de que uma revolução é de fato necessária em El Salvador. (Folha de S. Paulo)

 

v)    Desde os primórdios, sabemos que o homem é mortal.

 

w)    “Será necessário que vós vades para o deserto”.

 

x)    Vocês sabem se eles voltarão amanhã?

 

y)    Desejo que vocês viajem bem e descansem bastante.

 

z)    É necessário que tenhamos confiança no próximo.

 

 

 5.   Leia atentamente a seguinte propaganda e responda:

 

 

 

a)    Qual a relação estabelecida na chamada da propaganda ?

 

b)    Classifique as duas orações.

 

c)    Analise semanticamente a propaganda. Essa margarina foi feita para todas as mulheres? Explique.

 

 

6.    Leia atentamente o seguinte texto:

 

A noite do meu bem

 

Hoje eu quero a rosa mais linda que houver

quero a primeira estrela que vier

para enfeitar a noite do meu bem

 

Hoje eu quero a paz da criança dormindo

quero o abandono de flores se abrindo

para enfeitar a noite do meu bem

 

Quero a alegria de um barco voltando

quero a ternura de mãos se encontrando

para enfeitar a noite de meu bem

 

Hoje eu quero o amor, o amor mais profundo

eu quero toda a beleza do mundo

para enfeitar a noite do meu bem

 

Mas como esse bem demorou a chegar

eu já nem sei se terei no olhar

toda ternura que eu quero lhe dar

 

                                         (Dolores Duran)

 

a) A quinta estrofe é formada por quatro orações.  Há no período orações coordenadas ? Exemplifique.

 

b)    Classifique todas as orações do período.

 

c)    Copie as orações subordinadas.

 

d)    É possível desenvolver o verbo no infinitivo presente no início da estrofe? Por quê?

 

e)   Há, no poema, a presença de um refrão. Copie-o e desenvolva-o.

 

f)    classifique a oração reduzida acima.

 

 

7.    Leia atentamente o seguinte excerto:

 

Se você pratica uma atividade física com regularidade, já deve ter escutado que, para manter o corpo suficientemente hidratado, é preciso beber muita água durante o exercício. O máximo que conseguir. Pois bem, isso é um exagero, segundo a mais importante associação de atletismo dos Estados Unidos, a USA Track&Field. (...) Agora, em vez da clássica recomendação “antecipe-se à sua sede”, Acredita-se que o melhor mesmo é esperar ter sede para beber águia, principalmente durante provas de longa duração, como maratonas e triatlos. Dessa forma, os competidores não só não ficariam desidratados, como também estariam a salvo dos problemas respiratórios, gástricos, renais e intestinais causados pelo consumo excessivo de água ou isotônicos. Especialistas afirmam que a recomendação pode ser estendida também aos freqüentadores de academia.

A quantidade ideal de líquido a ser reposta durante uma atividade física varia de pessoa para outra. (...) Mas, de maneira geral, os estudiosos calculam que a quantidade de líquido ingerida deve ficar em torno de meio litro por hora, o que equivale a uma garrafinha-padrão de água.

                                                                       (Revista Veja, 28/05/2003, p. 100)

 

Em Dessa forma, os competidores não só não ficariam desidratados, como também estariam a salvo dos problemas respiratórios, gástricos, renais e intestinais (...).

 

a)    Qual a relação semântica estabelecida pelos termos destacados?

 

b)    Pode-se afirmar que a repetição da palavras não no fragmento acima equivaleria a uma afirmação ? Explique.

 

c)      Por que foi empregado a palavra o antes do “que” no último período? Qual a função sintática da palavra que?

 

d)     Retire do texto duas orações que tenham função sintática de objeto direto de uma outra.

 

e)      A oração

 

                          (...) a recomendação pode ser estendida também aos freqüentadores de academia.

 está na voz passiva analítica, passe-a para a voz passiva sintética e para a voz ativa.

 

f)      No período

                          Dessa forma, os competidores não só não ficariam desidratados, como também estariam a salvo dos problemas respiratórios, gástricos, renais e intestinais causados pelo consumo excessivo de água ou isotônicos.

 

           por que foram empregadas as conjunções destacadas ? Qual sua utilização semântica? Explique.

 

 

 

8. Leia atentamente o seguinte poema:

 

Maria-fumaça em Granja

 

Lá vem a maria-fumaça

e os meninos por sobre as pedras

acenam,

contentes; quiçá

com ela venham os parentes:

festa, bala, roupa nova...

 

A casa fica no morro,

a cidade, lá embaixo,

as novas fantasias em todos os lugares.

 

Lá vem a maria-fumaça,

os meninos na estação

esperam não sabem quem,

não sabem quê: emoção!

 

Ah como é garbosa

a estação! do século passado!

Lá vem o trem,

lá vamos nós!

 

Ouço o apito,

vejo, na casa do alto,

a mãe que grita para um

sem-número de filhos

que de outros menores têm de cuidar.

 

Atrás da casa,

por entre a mata

severidade, mas também

para as fugas

há tempo.

Olha o apito!

Vejo os acenos:

adeus! adeus!

Ela vai pela ponte

levando os sonhos

embora.

Não, volte! quero sonhar...

 

Como é grande a casa do alto!

O trem não apita mais:

não há mais trilhos;

a casa  não está mais no alto:

um aterro cobriu o destaque.

Sim, continua enorme,

vazia, abandonada:

Não há mais ninguém,

só lembranças,

só saudades!

 

Ó maria-fumaça vem!

Apite para eu te ver!

 

As oficinas estão em ruínas,

elas que eram

galhardias duns tantos homens!

 

Ó fumacinha, apita,

me leva

para um tempo

que cria ser feliz...

Antônio Jackson S. Brandão

 

 

9. Retire do poema duas orações introduzidas por pronome relativo.

 

10. Classifique, sintaticamente, as duas orações acima.

 

11. Retire do texto uma oração substantiva.

 

12. Classifique a oração acima.

 

13. Leia o texto a seguir:

 

Meu professor de análise sintática era o tipo do sujeito inexistente.

Um pleonasmo, o principal predicado de sua vida, regular como um  paradigma de 1ª conjugação.

Entre uma oração subordinada e um adjunto adverbial, ele não tinha

        [dúvidas: sempre achava um jeito assindético de nos torturar com um aposto.

Casou com uma regência.

Foi infeliz.    

Era possessivo como um pronome.

E ela era bitransitiva.        

Tentou ir para os EUA.

Não deu.

Acharam um artigo indefinido em sua bagagem.

A interjeição do bigode declinava partículas expletivas, conectivos e agentes da   passiva o tempo todo.

Um dia matei-o com um objeto direto na cabeça.

                                                                         

                                                                                Paulo Leminski

 

       A partir dele, assinale a alternativa INCORRETA.

 

 

a)    Ela (verso 7) recupera a palavra regência (verso 4).

b)    O sujeito de acharam (verso 10) - implícito na desinência verbal - é,  no contexto, eles.

c)    Sob o ponto de vista do significado, o sujeito de era (verso 1) é idêntico ao sujeito de tinha verso 3) e de casou (verso 4).

d)    O pronome “o” (verso 12) - objeto direto - sob o ponto de vista do significado, é igual ao sujeito de foi   (verso 5) - implícito na desinência verbal.

e)    O termo “com um objeto direto” (verso 12) desempenha função sintática de adjunto adverbial.

 

 

14. Leia, atentamente, o seguinte excerto:

 

                (...) No Brasil, presume-se que o mercado de terapias alternativas movimente aproximadamente 500 milhões de dólares anualmente, ainda uma migalha em comparação ao que ocorre nos Estados Unidos, onde perto de 60 milhões de pessoas engrossam um mercado de 30 bilhões de dólares. No Brasil, há três vezes mais massagistas corporais, que garantem dar fim, a dores  de coluna, que ortopedistas. Existe quase o mesmo número de terapeutas florais e de cardiologistas. E os cerca de 1300 iridologistas, indivíduos que dizem diagnosticar qualquer doença pela análise da íris, somam quase a metade dos nefrologistas brasileiros.(...)

 

 (Revista Veja, 1º de maio de 2002)

 

a) Copie do fragmento três pronomes relativos que introduzam orações subordinadas, classificando-as:

 

b) Por que foi empregada a vírgula no início do período? Explique.

 

c) Copie e classifique duas orações substantivas presentes no excerto acima.

 

 

15. Leia atentamente o seguinte excerto:

 

               Os metalúrgicos também viveram mudanças radicais nesse período. A qualificação exigida para um candidato que quisesse ingressar em uma montadora aumentou. Antes bastava ter o 1º grau. Agora o piso acadêmico é o 2º grau completo. Os benefícios também cresceram a ponto de os metalúrgicos ficarem com parte do lucro. O número de acidentes de trabalho caiu 95% em vinte anos. A mão-de-obra feminina, que era nula há duas décadas, já representa quase 20% da força de trabalho nas montadoras. No caso da Ford da Bahia, elas são 40% do contingente. Os avanços obviamente custaram vários postos de trabalho. Muitas funções simplesmente desapareceram nas fábricas. O nível de emprego, porém, perdeu menos do que se costuma acreditar.

(Revista Veja, 1º de maio de 2002)

 

 

a)    Por que a conjunção adversativa, no texto, está entre vírgulas? Essa construção é normal, ou há alguma explicação semântica para tal utilização?

 

 

16. (FUVEST) Leia o seguinte excerto:

 

                  Uma forte massa de ar polar veio junto com a frente fria e causou acentuada queda da temperatura. As lavouras de trigo da Região Sul foram danificadas. Isso, associado ao longo período com registro de pouca chuva, deve reduzir o potencial produtivo da cultura.

 

       Reescreva o texto acima, reunindo em um só, composto por subordinação, os três períodos que o compõem, mantendo as relações lógicas, existentes entre eles e fazendo as adaptações necessárias